Terceirização de Serviços

Publicado em .

Tornou-se uma verdadeira febre a discussão sobre a terceirização nos últimos tempos. Em parte, essa popularização do assunto se deve pelas novas leis que estão sendo discutidas para criar novos empregos. Em parte, porque ainda temos dificuldades de entender o que essa nova lei do emprego realmente implica para os trabalhadores.

A verdade é que algumas coisas mudam, mas também, precisam mudar. O grande problema é que toda mudança envolve riscos, portanto, a menos que eles sejam medidos e devidamente avaliados, é impossível definir se é vantagem ou não trabalhar com profissionais terceirizados e se submeter a esse tipo de contrato. E para esclarecer essas dúvidas, preparamos esse material.

Para o trabalhador, a terceirização é boa ou ruim?

Infelizmente, essa primeira pergunta já não tem respostas simples. Atualmente, o Brasil tem sofrido com o grande crescimento dos trabalhadores em regime informal, que além de não contribuírem com a arrecadação, estão sujeitos muitas vezes a empregos análogos à escravidão. Para essas pessoas, o processo de terceirização do trabalho será algo positivo, pois permitirá maior regulamentação e controle desse tipo de situação.

Na prática, como não haverá despesas com o processo de contratação, será mais fácil manter a legalidade dos profissionais, e o processo de “PJotização” das pessoas fará com que elas se preocupem um pouco mais com seu processo de previdência, melhorando suas condições na velhice.

Já para os trabalhadores assalariados, existem grandes chances de perderem parte de seus direitos, gerando diferentes relações de trabalho, onde eles ganharão menos, trabalharão mais e ficarão menos tempo no mesmo emprego. Essa é a expectativa, pois é assim que os trabalhadores terceirizados se relacionam com seus empregos. Na verdade, essa é a principal preocupação que existe com o processo de terceirização.

E para a empresa, é vantagem?

Apenas a aceitação dos empresários e a prática do uso de profissionais terceirizados atualmente já mostra como essa é uma saída interessante para as empresas. O grande problema nas relações trabalhistas é a grande quantidade de encargos envolvidos no processo de contratação.

Enquanto os funcionários têm de 11 a 25% de descontos do seu salário bruto, as empresas pagam até 60% a mais do que de fato pagam para os funcionários. Ou seja, terceirizar os profissionais de uma empresa ajuda a aumentar seus salários e diminuir a folha de pagamento com impostos.

Porém, vale lembrar que mesmo terceirizado, o empregado tem uma série de direitos que continuam sendo garantidos. Eles são importantes para aqueles que não conseguem programar suas economias em longo prazo, e mesmo ganhando mais, gastam o que recebem.

E como contratar profissionais terceirizados?

Não há dúvidas que a contratação de profissionais terceirizados vale muito à pena para a empresa. Porém, atualmente é permitido apenas o uso de profissionais para ocupação-meio, ou seja, seguranças, atendentes e profissionais de limpeza, por exemplo.

Para ter acesso a bons profissionais, não deixe de contratar uma empresa como a DASP, que presta toda a assessoria e garante a proteção das relações entre patrões e empregados, para que todos estejam dentro das leis atuais de trabalho.

София Дървен материал цени

София Дъски цена